O pouco com Deus…

18 de maio de 2015

LLX5 RJ 30/07/2008 - PORTO DO AÇU - ECONOMIA OE JT - O governador Sérgio Cabral  e o secretário chefe da Casa Civil, Regis Fichtner , durante entrega ao empresário Eike Batista da Licença Prévia (LP) para a implantação da usina termelétrica a carvão, do Porto do Açu Energia, situada na fazenda Saco Dantas, no município de São João da Barra, no interior do Estado do Rio. É mais um passo para viabilizar o Complexo do Porto do Açu, um dos empreendimentos da LLX, de Eike Batista, cujos projetos serão apresentados durante cerimônia,  no Salão Nobre do Palácio Guanabara, em Laranjeiras, na zona sul do Rio. Na foto, o Eike Batista se emociona e chora ao falarem sobre a operação Toque de Midas realizada pela Polícia Federal em suas empresas. Foto: FABIO MOTTA/AGENCIA ESTADO/AE     TRAJETORIA EIKE BATISTA /DOMINICAL ECONOMIA

“Melhor é o pouco havendo justiça, do que grandes rendimentos com injustiça” (Prov. 15.16)

O desejo de ter, de possuir, de sentir-se dono de alguma coisa é inerente a todo o ser humano que vivo esteja. Nada de mal nisso! O desastre ocorre quando, na busca pelo material, esquece-se o espiritual e, pior dos mundos, esse “guerreiro-da-prosperidade” é capaz de vender a sua própria alma, e passar por cima de tudo e de todos.

O verso acima diz a verdade – como sempre faz o texto sagrado:

1. Melhor é o pouco, havendo justiça. Melhor é contentar-se com o que Deus nos tem concedido. No tempo Dele (e de acordo com a nossa real carência), há de vir mais, a fim de suprir todas as nossas necessidades;

2. A Justiça tem andado escassa em nossa terra-brasilis. Ao contrário, a injustiça grassa de alto a baixo, nos deixando decepcionados… Mas, ainda há tempo de nossa recuperação, que deve iniciar-se com o levantamento de nosso espírito e alma – quais devem estar entregues ao senhorio de Jesus Cristo;

3. Grandes rendimentos geralmente (95% dos casos) levam o humano a esquecer-se do Divino. Não sem razão disse o Senhor que: “Mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha, do que um rico entrar no reino de Deus”. Por que isso!? Porque o “riquinho” pensa que tudo pode comprar e a todos pode corromper!

Dia desses, em um grande “Shopping” aqui em Fortaleza, um empresário muitíssimo rico, “exigiu”uma mesa para ele e convidados, em restaurante recém-inaugurado. A recepcionista pediu-lhe que pusesse o nome na “Lista de Espera”, pois as mesas estavam todas ocupadas. Ele esbravejou, deu meia-volta e foi comer em outro lugar. O “riquinho metido a besta” julgou-se superior a todos os demais clientes!!! Assim pensa a maioria dos riquinhos brasileiros – lástima!

Portanto, dê glórias a Deus pelo que você é e tem. Também não se acomode, não permita que a preguiça tome conta de sua alma e corpo – jamais! Isso, levante-se e vá em frente! Deus é contigo!

PC Sampaio

PC Sampaio

Pr. Administrativo
Tags: Deus, justiça, pouco,

1 Comentário. Escreva algo

This piece was a liceajfket that saved me from drowning.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *