Povo Disciplinado é Povo Rico!

icono2

“Quem despreza a disciplina cai na miséria e na vergonha, mas quem acolhe a repreensão recebe tratamento honroso” (Prov. 13.18).

Ninguém pode negar que o Brasil vivencia um dos piores momentos de sua recente história republicana. Há falta de vergonha, falta de moral, falta de ordem, falta de disciplina, falta de ética, falta de pudor, falta de princípios, falta de governo, falta de tudo!

No entanto, obviamente, superabunda o oposto disso tudo! Todos os dias, aparecem mais escândalos! A gente mal digeriu um e lá vem outro, e mais outro, e mais outro! Bilhões e bilhões de reais têm sido desviados dos trabalhadores brasileiros e localizados em paraísos fiscais, através de um trabalho minucioso e digno de nossa gloriosa Polícia Federal.

Fica sabido que há gente – sim, muita gente! – que odeia, eu disse odeia a disciplina e tudo o mais que ela traz em seu bojo: senso de justiça, moral, educação acima da mediocridade, etc. Mesmo em meio ao povo dito “de Deus”, há quem não dê a minima à educação, à cultura, à disciplina, à ordem, às coisas sérias e elevadas que fazem todo o bem à alma e ao espírito de cada um.

Ora, povo disciplinado é povo rico. Alguns poucos exemplos: todos, eu disse todos os países escandinavos (Noruega, Dinamarca, Finlândia, Islândia, Suécia). Tomemos ainda o Japão e a Coréia do Sul, como majestosos exemplos de disciplina. Todos esses são países ricos e disciplinados! Já na América Latina, na África, e em muitos países do Extremo Oriente… miséria e vergonha!

Na Igreja, a disciplina somente poderá ser aplicada por quem de direito: um sacerdote e/ou alguém que detenha autoridade delegada pelo sacerdote. Esta disciplina deve(ria) ser aplicada em caráter excepcional, isto é, após várias clinicas pastorais,conselhos, etc. Nenhum membro tem o direito de sair “exortando” outrem dentro da Comunidade.

De fato, aquele que acolhe uma repreensão vinda de quem tem moral e vida no altar de Deus, esse alguém receberá um tratamento honroso – e a cura ocorrerá.

PC Sampaio

PC Sampaio

Pr. Administrativo
Tags: Mensagem, Pr.Paulo,

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *