Sã Doutrina

4 de dezembro de 2014
Desde a Reforma (século XV), o cristão é convocado a estudar as Sagradas Escrituras. Desconhecê-las é incorrer em gravíssimo erro – quando não em heresia, que é coisa horrenda.

“Tu, ao contrário, explica o que corresponde a sã doutrina” (Tito 2.2).

Espera-se do sacerdote que ele conheça o texto sagrado e tenha capacidade para ensinar ao povo, de forma didática e sequenciada. Espera-se do cristão que ele ouça a sã Doutrina e a introjete em seu coração a fim de praticá-la no dia-a-dia.

No entanto, hoje em dia, grande parte do povo de Deus não vai aos cultos de Doutrina. Alguns têm justificativas (trabalho, escola etc); outros não vão porque não suportam ouvir verdades que contrariem suas convicções pessoais de determinados textos bíblicos e comportamentos alheios à vontade de Deus

Um dos princípios da Reforma é que cada um tem o direito de interpretar as Escrituras. Todavia, há um senso comum em cada vertente teológica. Procure, o meu leitor, saber qual a linha teológica de sua Igreja. Concordando, fique; discordando, saia sem alarde, sem escândalos, sem conspurcar o santo nome de Jesus Cristo, bem posto nos Evangelhos.

 

PC Sampaio

PC Sampaio

Pr. Administrativo

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *